Skip to content

Imperatriz, 18 de janeiro: a “revolução” que não foi


A nossa história é recheada de acontecimentos que passaram aos livros e à memória coletiva em versões enviesadas dos acontecimentos, manipulados de acordo com os interesses dos vencedores ou da ordem reinante. Daí a importância do revisionismo ou negacionismo histórico.
[…]
Em Imperatriz, a uma manifestação popular desencadeada em 18 de janeiro de 1995, que culminou com o afastamento do prefeito em exercício e a nomeação de um interventor no município, querem nominar “Revolução de
Janeiro”. Ora, além de não ter tido os elementos que caracterizam uma revolução, conforme a define as ciências ciências sociais, o evento não foi mais que uma mobilização de massas, fruto de uma revolta popular contra o abandono administrativo em que se encontrava o município.

Para ler o texto completo, clique no link a seguir (PDF):
Imperatriz 18 janeiro

Post a Comment

Your email is never published nor shared. Required fields are marked *
*
*

http://ajleeonline.com/